A Escola Formal da Fundação Antonio Antonieta Cintra Gordinho compõe a Creche-Escola de Educação Infantil e a Escola Fundamental-Média-Técnica, portanto uma instituição para crianças e adolescentes de 0 a 17 anos.

logo_EACG_principios

O Projeto Educativo da Educação Formal norteia o pensar e o fazer docente no cotidiano escolar e tem como princípios: parceria família – comunidade – rede de recursos sociais; Escola ateliê; Formação -Avaliação- documentação; Aprendizagem integral e metodologia de projetos.

Escola de Educação Básica – Antonio Antonieta Cintra Gordinho, que atende os seguintes segmentos: Ensino Fundamental I, Ensino Fundamental II, Ensino Médio e Ensino Médio de Nível Técnico.

Assim como na Educação Infantil, a Escola de Educação Básica – Escola Antonio Cintra Gordinho – estabelece como uma de suas prioridades a Aprendizagem Integral, valorizando o pensamento complexo e as relações interdisciplinares para uma participação crítica e criativa de cidadãos reflexivos, éticos, que reconhecem e valorizam sua cultura e a do outro.

Atende, aproximadamente, 500 crianças e adolescentes, anualmente.

O critério de admissão da Escola também é socioeconômica, mediante avaliação realizada pelo serviço social e conhecimento da dinâmica familiar.

 

ENSINO FUNDAMENTAL I

Atende alunos do 1º ao 5º ano, cada classe é composta de 26 alunos, em turno integral com duas professoras polivalentes, que compõem com professores de artes plásticas/cênicas, informática e educação física.

ENSINO FUNDAMENTAL II

Atende alunos do 6º ao 9º ano, com classes de 26 alunos, em turno integral.

ENSINO MÉDIO

O Ensino Médio da Escola Antonio Cintra Gordinho é composto de turmas da 1ª a 3ª séries, sendo duas turmas por séries, com até 30 alunos por sala.

ENSINO MÉDIO TÉCNICO

O curso Técnico de Administração, na Escola Antonio Cintra Gordinho, tem duração de 4 semestres e atende alunos tanto do Ensino Médio da própria escola quanto da comunidade do entorno. As aulas acontecem no período da tarde. Tem a proposta de contribuir para a formação de profissionais capazes de raciocínio, autonomia intelectual, pensamento crítico, iniciativa própria e espírito empreendedor.

 

 

 

 

 Processo seletivo de ingresso Edital 2018

 

Para abrir e imprimir o edital, por favor clicar com o o botão direito do mouse e selecionar “salvar link como…”.

 

A creche atualmente atende 85 crianças, de 6 meses a 5 anos e 11 meses, em período integral.

São desenvolvidos trabalhos com projetos; documentação pedagógica; formação dos educadores no contexto; cuidadosa organização dos espaços; valorização do brincar.

O critério de admissão à creche é socioeconômico, mediante avaliação realizada pelo serviço social e conhecimento da dinâmica familiar.

Processo seletivo de ingresso creche Edital 2018 – Encerrado

 

Para abrir e imprimir o edital, por favor clicar com o o botão direito do mouse e selecionar “salvar link como…”.

Projetos

Projeto Árvore – Creche

Cada educadora levou uma pergunta para o grupo, e dentro das possíveis curiosidades, investigações das crianças foram surgindo propostas significativas. Alguns exemplos de perguntas:

  • Como as crianças se relacionam com as árvores da Escola?
  • Como é a vida da árvore? Como é a vida dentro da árvore?
  • O que as árvores oferecem? Sombra, frutas, sementes, luzes e sombras.

Alguns exemplos de falas de alunos:

Quando a árvore balança, caem as folhas,e refresca, quando os galhos ventam.  Artur, 3 anos

A raiz bebe  e leva a água lá em cima nos galhos. João Pedro, 3 anos

Os gravetos, tem cheiro de flor. Athur, 2 anos

Essa árvore que eu fiz, chama mangapé. Mariana, 2 anos


Brincadeiras – Ensino Fundamental I

O acervo de brincadeiras populares são passadas de geração em geração e são transformadas de acordo com a cultura ou a época em que se está brincando. Quem terá criado essas brincadeiras, ou mesmo as canções que fazem parte das mesmas? Isso não sabemos! Mas sabemos que elas marcaram a infância de muitos adultos com momentos de alegria. Pensando na importância da presença dos pais/ responsáveis na aprendizagem da criança, montamos uma caixa com alguns materiais básicos (tendo a liberdade do uso de outros materiais) para a construção de um livro de parlendas/ músicas/ cantigas/ brincadeiras, que tenha feito parte da infância do adulto responsável e será compartilhada com a turma.


Projeto de Educação Ambiental – Ensino Fundamental II

Dentre os projetos desenvolvidos destacamos o projeto de educação ambiental que proporciona uma inter-relação entre os alunos do Ensino Médio com o Fundamental II sobre Educação Ambiental, conscientizando-os de seu papel na escola em relação a preservação do espaço em que convivem.


Projeto Valise Arqueológica – Ensino Médio

Projeto desenvolvido pelos professores das disciplinas de História, Biologia e Ciências, que tem como objetivo promover  o protagonismo do aluno na socialização de seus conhecimentos com alunos das demais séries, funcionários, professores,  coordenadores e gestão.

O projeto é uma parceria com o Museu de Arqueologia e Etnologia da USP que promove uma capacitação aos professores da escola para atuarem como multiplicadores nas ações e propostas de aprendizagem, utilizando a valise como instrumento.


Projeto “Jovem Empreendedor- Administrando uma Padaria” – Ensino Médio Técnico

Estabelecendo uma parceria entre os cursos de Administração e Panificação, seu objetivo principal é proporcionar situações de administração empresarial, possibilitando aos alunos a oportunidade de aplicar os conhecimentos adquiridos em sala.


Fundada em 1999, a unidade funciona como núcleo educacional, que oferece oficinas para, aproximadamente, 200 jovens de 10 a 16 anos no contraturno escolar.

As oficinas oferecidas são: artes cênicas ( expressão corporal por meio da dança e do teatro), jogos e pesquisas (laboratório de pesquisa e conceitos científicos aplicados na prática), ação e movimento (esportes e questões relacionadas ao corpo, saúde física e mental), construarte (atividades para o desenvolvimento da criatividade, ligada a artes plásticas), comunicação (leitura, redes sociais etc.) e inglês (abordagem comunicativa, brincadeira, dinâmica de grupo etc), além de artesanato (reaproveitamento de materiais e projeto construção de brinquedos educativos).

Fundado em 2000, esta unidade atende, aproximadamente, 300 crianças, de 6 a 12 anos, oferecendo oficinas de:

  • Construção do conhecimento;
  • Informática;
  • Arte e cultura I;
  • Arte e cultura II;
  • Dança;
  • Jogos, brinquedos e brincadeiras.
  • Futebol Masculino e Feminino;

Além do Desfile da Independência, que passou a fazer parte do calendário oficial de Jundiaí, o Núcleo também conta com o Dia da Comunidade (DICOM), que promove uma série de eventos voltados à comunidade do bairro.

 

Focado na formação humana, o núcleo oferece às crianças de 6 a 12 anos, oficinas com atividades que incentivem a criatividade ,assim como o exercício da brincadeira com o objetivo de instrumentá-las para o seu processo de aprendizagem.

O Cetec é um anexo da escola que oferece cursos de Formação Profissional: Eletricidade Geral (Parceria SENAI), Comunicação em Mídias e Panificação/Confeitaria para os alunos do Ensino Médio, no contraturno, e comunidade do entorno.

A partir de 2012, o espaço do Cetec passou também a ser laboratório para o curso técnico em Administração da EACG.

A Fundação mantém parcerias com empresas da região para o encaminhamento dos alunos como aprendizes, proporcionando valiosa experiência profissional. As empresas são: CCR AutoBan, Castelo Alimentos, Clube Jundiaiense e Churrasquinho Leoni.

Anteriormente a 2002, o prédio que sedia hoje o Cetec atendia aos alunos do internato com laboratórios de marcenaria, elétrica, mecânica, serralheria etc.

Em 2002, passa a ser o Centro de Educação Tecnológica Eloy Chaves (Cetec).